O estresse na terceira idade

By

O estresse na terceira idade é algo mais comum do que se imagina. Por isso fique atento a este post e confira nossas dicas! 

Nesses tempos corridos é difícil se manter calmo, isso é um fato, mas os idosos também sofrem com estresse, muito mais do que se imagina. O pior de tudo é que se manter estressado pode aumentar o risco de uma série de doenças e inclusive desencadear a chata e complicada azia, entre tantos outros males, como insônia, e elevação da pressão arterial. Saiba mais sobre esse mal em nossa matéria, confira!

Quais os principais fatores de estresse na terceira idade?

As razões que levam os idosos a se estressarem são basicamente as mesmas em todos os lugares do mundo:

  • Aposentadoria;
  • Morte de entes queridos;
  • Mudanças de ambiente;
  • Alteração de papeis sociais e
  • O impacto financeiro de parar de trabalhar.

Essas são as cinco principais e agora saiba os principais sintomas, de acordo com a Escola de Medicina de Harvard:

  • Dores de cabeça;
  • Dor nas costas;
  • Indigestão;
  • Palpitações cardíacas;
  • Baixa concentração;
  • Indecisão;
  • Irritabilidade;
  • Nervosismo.

Você sabe como se livrar desse mal?

Para evitar o stress e combatê-lo indicam-se relaxamento, exercícios físicos, atividades ligadas à arte e à criatividade, e psicoterapia. Igualmente importante é fazer o que se gosta, contando que não seja nocivo para a saúde. Atividades ligadas ao raciocínio e à memorização também são indicadas. Ter pessoas com quem conversar e cultivar amizades também é importante, evitando assim depressão e stress.

As atividades diárias e atividades físicas também são grandes aliadas contra o estresse. Muitas pessoas não sabem, mas só o fato de manter a cabeça mais ocupada com atividades e sensações que lhe proporciona prazer já ajuda no controle do problema.

Entenda o poder da sua respiração

Ansiedade e estresse geram respiração ofegante. E retomar o controle da sua respiração pode, no caminho inverso, acalmar sua mente. Respire fundo algumas vezes quando sentir que está nervoso e isso enviará ao seu cérebro a mensagem que você está calmo – já que quem está calmo respira devagar.

Ocupe a mente (mas não muito)

Mantenha-se ocupado o suficiente para não deixar o ciclo de pensamentos negativos seguir seu curso. Não adianta se estressar mais ainda, mas tente manter-se compenetrado em tarefas de alto nível de atenção e que não sejam muito chatas.

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

You may also like