SUS cria programa de saúde para idosos

By

Pela primeira vez, o Ministério da Saúde anunciou o serviço de atendimento diferenciado na rede pública de saúde para os idosos. O serviço faz parte do programa  ‘Estratégia Nacional para o Envelhecimento Saudável’, lançada nesta segunda-feira, dia 6.

O atendimento foca em medidas que priorizaram a avaliação funcional e psicossocial para além dos dados clínicos, a fim de reduzir a perda da autonomia entre esse grupo e aumentar o desempenho cognitivo e a sobrevida desses pacientes.

Até 2030, estima-se que a população acima dos 60 anos deverá representar cerca de 20% dos brasileiros. “Precisamos estar mais preparados para essa nova realidade e é justamente isso que estamos fazendo. A nossa proposta é que o olhar não seja focada apenas na doença e sim na saúde, ou seja, vamos parar de financiar a doença e investir em um atendimento integral à população idosa, justamente para evitar que essas pessoas desenvolvam doenças”, destacou o ministro da Saúde, Ricardo Barros.

O Atendimento diferenciado, como será:

O atendimento deixa de ser apenas na doença. O que significa que o paciente será orientado por avaliações clínicas, psicossociais e funcionais, para que as reais necessidades de cada caso sejam identificadas e possíveis problemas sejam prevenidos.

Com as novas medidas, o médico do SUS deverá levar em consideração, por exemplo, o nível de independência e autonomia para atividades cotidianas, as necessidades de adaptação ou supervisão de terceiros, a vulnerabilidade social e o estilo de vida das pessoas idosas, como alimentação, prática de exercícios, prevenção de quedas, hábitos de saúde e histórico clínico.

O atendimento deve ser feito por meio da Atenção Básica, principal porta de entrada para o SUS, em qualquer Unidade Básica de Saúde (UBS). Caso seja necessário, o paciente poderá ser encaminhado a unidades especializadas de saúde.

Também está previsto a criação de um aplicativo para ajudar os profissionais de saúde no atendimento ao idoso. Outra novidade é a atualização e implementação da Caderneta de Saúde da Pessoa Idosa, que permite conhecer as necessidades de saúde dos idosos atendidos. As informações contidas nesse documento passarão a ser inseridas no Prontuário Eletrônico.

Tratamentos aos idosos e cursos

 Hoje em dia, o SUS oferece cursos gratuitos à terceira idade sobre o uso de plantas medicinais, meditação e terapias alternativas, tratamentos contra o Alzheimer e Parkinson.

Com informações do IG, R7 e Ministério da Saúde

Centrape

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

You may also like